segunda-feira, 11 de novembro de 2019

CONVITE: FORMAÇÃO COM DOM PERUZZO NO SETOR COLOMBO.

Lideranças de Pastorais e Movimentos estão se mobilizando e articulando no Setor Colombo, formação que acontecerá no próximo dia 30 novembro, na Paróquia Santa Terezinha de Lisieux, com o arcebispo Dom Peruzzo.

O evento é aberto a todas Pastorais, Movimentos e interessados do setor,região, com início 14h00 ás 16h00.

Dom Peruzzo, dará prosseguimento a última formação que tivemos no mês de agosto a nível de setor; onde será aprofundado o documento 107 da CNBB.

Venha você também participar desta formação!

Obs: quem tiver o livro 107 CNBB, favor levar.
Quem não tem o documento 107, poderá adquirir no local.

Local: Avenida Marginal Direita N° 958

Paróquia Santa Terezinha Lisieux 
Fone: (41) 3666-3145


Matéria: Tarcísio Cirino
11-11-2019

domingo, 10 de novembro de 2019

FRANCISCO: BISPOS, PADRES O QUE PENSA OS LEIGOS NA IGREJA?

 

O Natal já está chegando, o ano vai terminando e já é hora de uma leitura a começar pelo vídeo a cima, para darmos início a construção da retrospectiva 2019. 

E para isso é preciso ouvir a voz do vento no tempo, compreender os sinais de Deus e sua presença no caminho para perceber o templo onde Deus pode ser encontrado, escutar a sua voz, para saber discernir onde está a verdade

Em dezembro confira aqui, matéria da retrospectiva 2019.


QUEM FINANCIA A FÚRIA CONTRA O PRIMADO DE PEDRO?

Em tempos de pós-verdade: e tantas formas de ismo, o barco de Pedro navega em águas profundas com o mar em fúria, onde grupos manipulam as consciências, através das mídias e com a força das redes sociais, esses grupos, trabalham para voltar no tempo, resgatar e fortalecer um tal "tradicionalismo" nas comunidades do mundo atual, na busca de uma "santidade", descontextualizados da realidade e do diálogo com a diversidade, em prol de interesses pessoais para favorecer ideais políticos e ganhar privilégios neste mundo de aparências.  

Mais afinal quem são os responsáveis? 

Quem será que está financiando esses grupos de oposição contra o primado de Pedro, em especial contra o Papa Francisco? Sabemos que uma Igreja em saída, incomoda e mexe com os interesses de muitos privilegiados, que a séculos não querem sair de sua área de conforto.

O título do documentário no vídeo pode parecer fantasioso, mais se visualizado na íntegra nos traz pistas que nos ajuda a compreender o incansável e árduo trabalho do Papa Francisco.

03-11-2019 

CRESCE O SUICÍDIO ENTRE ADOLESCENTES E JOVENS.

Participando de uma reunião em Colombo, algumas semanas atrás, dizia estar preocupado com a questão do suicídio pois nos últimos anos tirei 3 pessoas que estavam prontos para o suicídio, e após a minha fala um seminarista pediu a palavra, pois estava ele passando pelo problema em sua casa com a família e pediu orações.

Por último no dia de hoje 28-10-2019, fomos informados e surpreendidos com a triste notícia no Setor Colombo que a coroinha Emilly Machado da Paróquia Imaculado Conceição do Atuba, se suicidou.

Diante da problemática que estamos vivendo no contexto do mundo atual, resolvi republicar matéria que fizemos em 2017, sem fazer correção ou atualização de texto, conforme a baixo para a reflexão de todos.

FORMAÇÃO DO CAMINHANDO 31

O arcebispo da arquidiocese de Curitiba, pegou todos(as) de surpresa, na Formação do Caminhando 31,  neste último sábado
no auditório da TV Evangelizar, quando informou que estando Ele, neste mesmo sábado dia 11 com 110 Jovens em uma Paróquia, começou a ouvir os jovens e catequistas que trabalha com os adolescentes.
Foto do arquivo.

Dom Peruzzo, ficou surpreso com o que ouviu e comoveu a todos(as) com o depoimento.

Segundo Dom Peruzzo: os responsáveis pelos adolescentes na catequese informaram que nossos jovens nos últimos anos são triste, fruto dos conflitos em famílias, e estes adolescentes ou jovens parece que só se alegra com estes eventos na igreja, mais para fugir dos problemas em casa com a família , do que para-se encontrar com Jesus. 

Dom Peruzzo: Nossas famílias estão muito machucadas!!
Quem vai lá para consolá-las?  

Diante do Contexto apresentado, se fez a seguinte pergunta aos adolescentes. Se vocês encontrassem o próprio Jesus e tivessem a oportunidade de conversar pessoalmente com Ele, o que vocês pediria?

 Um deles tomou a palavra e depois outros e responderam a pergunta!

 Que Ele, Jesus tire a minha Vida!

Diante dos fatos, o arcebispo procurou conscientizar a todos da importância de realizar os encontros dos grupos de reflexão, nas casas,  junto a realidade que atravessa a família com seus filhos  nos dias atuais, tendo como ajuda o subsídio de evangelização,  CAMINHANDO.

A tarde de formação do subsidio de evangelização "Caminhando 31,  teve inicio 15h00 ás 17h00", com uma participação bastante significativa dos representantes e agentes dos Grupos de Reflexão, dos diversos setores e regiões episcopal da arquidiocese de Curitiba, sendo o encontro de formação realizado por;  Pe.Alex Cordeiro, Odaril da Rosa, e por último Dom José Antonio Peruzzo, que com gratidão e carinho, agradeceu a todos(as) Grupos de Reflexão, pelo belo trabalho que realiza na arquidiocese de Curitiba.

Matéria: Tarcísio Cirino
12-11-2017

82 ANOS: FAMÍLIAS QUE RECEBEM AS CAPELINHAS E MENSAGEIRAS(OS) REZAM COM O ARCEBISPO.


Em tempo de missões: a estrela da nova evangelização a grande missionária continua caminhando nas periferias, avenidas, praças, condomínios e visitando as famílias através das mensageiras(os) de capelinhas.   

Outubro mês missionário, mês da Padroeira do Brasil e neste sábado 26, parte representativa das famílias devotas que recebem a visita domiciliar de Nossa Senhora em seu lar, participaram da Missa em ação de graças, rezando e homenageando o aniversário de 82 anos da primeira capelinha que deu origem ao movimento de Nossa Senhora das capelinhas na Paróquia Imaculado Coração de Maria, e se espalhou por todas paróquias da arquidiocese de Curitiba.
A Santa Missa, aconteceu na Paróquia Santa Madalena Sofia Barat, com inicio as 14h40, com a presença do Pároco: Pe.Alex Cordeiro Lopes, diácono Marconato, diácono Sidiney e foi presidida pelo arcebispo da arquidiocese de Curitiba: Dom José Antônio Peruzzo, com a participação de famílias que recebem as capelinhas, onde cerca de 750 pessoas incluindo as mensageiras(os) participaram do evento e após a Santa Missa, aconteceu a confraternização no salão da Paróquia com o tradicional bolo de aniversário e pastel. 

Dom Peruzzo: o arcebispo iniciou a Santa Missa, lembrando os tempos de quando era criança, com alegria que a família sentia quando Nossa Senhora chegava em sua casa através da imagem de Nossa Senhora de Salette na capelinha e os Pais então dava a missão ao menino Peruzzo de acender a vela para que a família iniciasse as orações.

Durante a homilia o arcebispo levou todos a refletir os fatos nas diversas aparições de Nossa Senhora e lembrou que Deus sempre escolhe agir a favor de seus filhos, e sempre é aproximação da Mãe de Deus, da Mãe dos filhos de Deus cuja a linguagem se deixa compreender para pessoas muito humildes e pobres, das quais a vida não teria dado sorrisos e graças(A porta bateu forte). 

Refletindo a visita de Nossa Senhora, lá na casa de Isabel, lá foi a capelinha, e Izabel representava o antigo testamento que esperava que um dia Deus se manifestasse. 

Mais Isabel era estéril; e lá a idosa era rejeitada, e lá o Senhor quis dar uma resposta e lá foi a jovem que levava consigo o salvador que esperavam, e éla foi até lá para dizer o quanto Deus se deixa encontrar por aqueles que o buscam. 

O que eu vos recomendo: queridos mensageiros(as) temos 82 anos de história em Curitiba e um movimento assim ao olhar para o futuro poderíamos dizer que pode se acabar, ou pode se renovar; olhem a ternura nunca envelhece, afetos não tem idade.

Então vem cá vovó; quando era criança gostava de afagos, cresceu gostando de afagos e chegou a idade que está e ainda continua sendo mensageira(o)?  O afeto faz bem a quem o demonstra, e renova quem o recebe, entenda como portadora das ternuras de Deus e de Nossa Senhora para as famílias as quais levam as capelinhas e um belo dia a própria Mãe de Nazaré lhe dará um abraço. 

Subsídio de evangelização: Livro Caminhando

Por último o arcebispo: Dom Peruzzo, apresentou o novo subsídio de evangelização da arquidiocese de Curitiba, Livro Caminhando e motivou as mensageiras(os) já ir adquirindo o subsidio para os setores de capelinhas das paróquias da arquidiocese.  

Matéria: Tarcísio Cirino
26-10-2019

terça-feira, 5 de novembro de 2019

82 ANOS DO MOVIMENTO DE CAPELINHAS.

Veículo da Missão: Muito já-se falou desde sua gêneses e escreveu sobre o carisma do apostolado das capelinhas ou movimento de Nossa Senhora das capelinhas, fazendo as zeladoras, mensageiras e mensageiros conhecidos com sua espiritualidade no serviço da construção do reino de Deus, através da Igreja doméstica em prol das necessidades espirituais e materiais das vocações sacerdotais e religiosas.

Com está matéria neste ano em que o movimento de capelinhas, comemora 82 anos de história em Curitiba e 50 anos do primeiro congresso do movimento a nível mundial, não temos a pretensão de fazer uma leitura da conjuntura eclesial e geopolítica do momento atual, e sim levar ao leitor uma reflexão para seu conhecimento a você que está no futuro, para que conheça um pouco da caminhada do movimento de Nossa Senhora no passado e com a força da oração, saiba discernir no presente o que a palavra de Deus fala em sua consciência em seu coração. 

 
A Igreja de antes do Concílio Vaticano II, estava organizada em uma espécie de estrutura piramidal onde em cima da pirâmide ficava o clero e em baixo da pirâmide ficava os escravos.

Aqueles que estavam em baixo da pirâmide os escravos tinham a função de apenas obedecer os concessionários da verdade em suas necessidades. 

Após o Concilio Vaticano II, aconteceu uma mudança de paradigmas e a pirâmide inverteu e aqueles que estavam em baixo foi para cima e passaram a ser chamado Povo de Deus.

Os movimentos começam a ter uma nova configuração e foram atualizando e se formando em um contexto externo a Igreja local em forma de células interligadas em um corpo bem organizado e através de uma estrutura piramidal organizado de baixo para cima, foram inovando e atuando nas periferias dentro das Paróquias, pois o movimento é uma ação do laicato, que pode através de assembleia se organizar e envolver-se nos serviços da ação pastoral em prol do bem comum.

Particularmente não gosto muito da palavra formação pois nos dá a impressão que entramos em uma forma de assar pão e temos que sair da forma iguais, no jeito de pensar, falar, vestir; no entanto muitos trabalhadores chegaram a vinha do Senhor no final da tarde com 35/40/50 anos ou mais e sem uma catequese de adulto aprofundada para fazer parte do seguimento cristão, foram se incorporando em uma Pastoral ou movimento através das formações e adequando o conhecimento através das diretrizes e outros estudos de documentos, sem aprofundar um estudo básico de teologia com a experiência do encontro com a pessoa de Jesus e outras disciplinas da teologia, que com a força do corporativismo se tornaram presas do clericalismo.

Com muitos na UTI, o movimento de capelinhas começou a ter um trabalho fundamental no processo de evangelização, pois nascem e se formam em um contexto externo da Igreja local e com pessoas de uma mesma espiritualidade, se enraízam no chão das comunidades, crescem e dão muitos frutos.

É dentro de um contexto de estagnação, e motivada pela primavera do Concilio Vaticano II, que a Presidente do Movimento de Capelinhas da arquidiocese de Curitiba, Sra.Eddy S.Caprilhone, percebe que através da ação do clero o movimento está se transformando em uma pastoral muito restrita e trabalhando só para as necessidades do clero e isso está enfraquecendo a identidade e envelhecendo a estrutura do apostolado que pode levar a falência.

A Sra.Eddy S.Caprilhone toma a iniciativa de conversar com o arcebispo Dom Manoel da Silveira D'Elboux, levando a seu conhecimento a problemática e pede a sua bênção para iniciar visita as Paróquias e começar a missão do apostolado das capelinhas.
Segue a baixo a transcrição de parte da fala da primeira Presidente do Movimento de Capelinhas. 

Eddy S. Caprilhone: Quando assumimos em 29 de fevereiro de 1968 com Dom Manoel da Silveira D'Elboux, a missão de reorganizar o movimento da visita domiciliaria de Nossa Senhora da arquidiocese de Curitiba, organizamos um plano de visitas as Paróquias onde este movimento religioso criado a mais de trinta anos estava em fase de estagnação e tinha caído na rotina natural o apostolado, por falta de estimulo e motivação.

Porém a devoção a Nossa Senhora, e o amor a Mãe do Céu que é o maior tesouro do coração do verdadeiro cristão é sempre a força que realiza o milagre.

Dos primeiro encontros com as pessoas responsáveis por este movimento nas Paróquias, sentimos que liderávamos uma campanha vitoriosa e surgiram ideias, e estudou-se programas e deu se inicio a um apostolado mais atual.

A dedicação das senhoras zeladoras, o estimulo dos senhores vigários e o carinho constatado de nosso Pastor o Senhor arcebispo, fizeram com que em pouco tempo este movimento figurasse como um dos de mais comunicação e penetração nas massas, e atualmente quase todas as Paróquias possuem este apostolado, organizado, que representa uma força atuante.

Não se pode ainda imprimir um roteiro único de trabalho, pois a diversidade do apostolado nas Paróquias e a orientação dada pelos senhores vigários, varia de bairro para bairro; porém sem afetar o espírito da devoção que é a visita as famílias devotas de Nossa Senhora, numa renovação constante e feliz, daquele encontro maravilhoso que o santo evangelho narra e que tanto fala ao nosso coração de Maria e sua prima Santa Izabel.

Além das campanhas da fraternidade do Natal da criança necessitada e outros âmbitos diocesano o apostolado é uma força viva de união em torno dos interesses do maior e melhor entrosamento dos leigos na realização do plano Pastoral Paroquial.

Veículo da Missão: Na última década as últimas assembleias com a Missa em ação de graças pelo aniversário do movimento capelinhas até as comemorações de 80 anos, precisou de um local amplo de acolhimento com grande espaço, pois a média de participação só de mensageiras(os) de capelinhas da arquidiocese de Curitiba, ficava em torno de 2.500 a 3.500 mensageiras(os) de capelinhas, sendo que grande parte das mensageiras(os) ficava fora do templo por falta de espaço no local, conforme podemos visualizar no vídeo a baixo.

Neste ano 2019, a Paróquia Santa Madalena Sofia Barat, está em festa com o movimento, sendo anfitriã para as comemorações dos 82 anos, com a Santa Missa ás 14h00 presidida pelo Senhor arcebispo: Dom José Antônio Peruzzo, no sábado dia 26 outubro.
Pela primeira vez na história do movimento, além das mensageiras(os) de capelinhas, está sendo convidado também as famílias que recebem as capelinhas nas Paróquias a também participar do aniversário com a Santa Missa, conforme o convite a baixo, que aumentará bastante a participação do povo de Deus na Santa Missa.
 
Matéria: Tarcísio Cirino
06-10-2019

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

VEÍCULO DA MISSÃO ATINGIU RECORD DE VISUALIZAÇÕES NO MÊS MISSIONÁRIO.

Veículo da Missão: Com a sua visualização e interação, fomos além das fronteiras no mês de outubro. 

Um novo mês está iniciando e junto com você, queremos chegar em muitos corações, traga mais um e continue prestigiando nossas matérias.

Muito obrigado, que o bom Deus, abençoe a todos.  


02/10/2019 – 31/10/2019



Visualizações de página por país

1.102233.232
EntradaVisualizações de página
Brasil
233232
Estados Unidos
29383
Rússia
7884
Malásia
7710
Alemanha
7259
China
5935
França
4334
Portugal
1896
Região desconhecida
1186
Itália
1102

Visualizações de página por navegador

EntradaVisualizações de página
Chrome
203081 (64%)
Firefox
58224 (18%)
Internet Explorer
27399 (8%)
Mobile
9822 (3%)
Safari
6460 (2%)
Mobile Safari
3874 (1%)
SamsungBrowser
3230 (1%)
Opera
1798 (<1%)
OS;FBSV
1319 (<1%)
BingPreview
557 (<1%)
64,3%InternetExplorer8,7%Mobile3,1%Chrome64,3%Firefox18,4%
Chrome203.081
Firefox58.224
Internet Explorer27.399
Mobile9.822
Safari6.460
Mobile Safari3.874
SamsungBrowser3.230
Opera1.798
OS;FBSV1.319
BingPreview557

Visualizações de página por sistema operacional

EntradaVisualizações de página
Android
132161 (42%)
Windows
121642 (38%)
Linux
33009 (10%)
iPhone
13131 (4%)
Macintosh
10523 (3%)
iPad
1332 (<1%)
Other Unix
1066 (<1%)
Unix
774 (<1%)
compatible
101 (<1%)
Windows NT 6.1
53 (<1%)
38,8%42,1%Android42,1%Linux10,5%iPhone4,2%Windows38,8%
Android132.161
Windows121.642
Linux33.009
iPhone13.131
Macintosh10.523
iPad1.332
Other Unix1.066
Unix774
compatible101
Windows NT 6.153