sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

DOM PERUZZO: INICIAÇÃO A VIDA CRISTÃ - VÍNCULO FAMILIAR: SETOR COLOMBO


Em clima de advento, neste sábado 30, com início 14h30 ás 16h30, aconteceu o complemento do segundo encontro da iniciação a vida cristã com o arcebispo dom José Antônio Peruzzo, na Paróquia Santa Terezinha de Liseux - Setor Colombo - Arquidiocese de Curitiba, com a presença na acolhida do Pároco: Pe.Jefferson Costa CP, Pe.Paulo CP, e os participantes do encontro, sendo catequistas, lideranças do CCP e grupos de reflexão do setor.

O encontro aconteceu em clima de bastante alegria, em três momentos distinto, através de dom Peruzzo, que levou todos a relembrar a reflexão do primeiro encontro que aconteceu no último mês de agosto onde o mestre Jesus deixou a Judeia e voltando para a Galileia escolheu o caminho mais longo, ir para a Samaria, porque era preciso passar pelo caminho onde Deus decidiu encontrar aqueles que estavam mais distantes e ali no caminho mais longe se achava a fonte de Jacó e Jesus disse: Mulher dá-me de beber. E ali começou o diálogo com a iniciação cristã. (João 4).

No segundo momento o arcebispo conduziu a reflexão do encontro através do documento 107 CNBB, mergulhando na profundidade  do mistério de Jesus Cristo, sobre o que é iniciação cristã?

Segundo o arcebispo iniciação a vida cristã, tem inicio na catequese através de um processo de evangelização por atração e não de lição, levando o catequizando e as famílias da comunidade pela atração a se apaixonar e adentrar no mistério da salvação e na vida da Igreja.

No terceiro momento refletindo a leitura do documento 107 a partir da página 33, 35, 43 e por último no que se refere a novos movimentos religiosos fundamentalistas, a perda de compromissos, o relativismo moral; é preciso fazer uma análise exaustiva desta realidade com as marcas dos vínculos familiares de nosso tempo.

Dom Peruzzo: diante dos vínculos familiares os nossos catequistas em grande parte não trazem em sua história pessoal um histórico de afetos, e falam aos catequizando que Deus é amor mais na prática não sabem o que é isso, pois falta afetos em casa e contou o seguinte fato.

Dias atrás em uma Paróquia da região metropolitana e também em um Colégio de ricos de Curitiba, dos 51 crismandos do Colégio, 16 tinha cogitado e pensado no suicídio e na Paróquia mais pobre de população pobre, em um encontro de coroinhas as meninas contaram que se cortavam e os meninos se drogavam. 

O arcebispo fez a seguinte pergunta: isso acontece também por aqui? E a resposta foi SIM.

Rezem pelos catequistas, catequizandos e tenha muito carinho e afeto por eles, pois isso é conhecer Jesus Cristo, que disse: dá me de beber.
Matéria: Tarcísio Cirino
30-11-2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário