sábado, 6 de maio de 2023

A INSTRUMENTALIZAÇÃO QUE MATA A FÉ.

 

Você consegue pensar, refletir, a conjuntura eclesial e geopolítica do mundo em que estamos inseridos, onde na aurora de um novo dia; Jesus de Nazaré, volta. Será que o ressuscitado se revestiria de pompas e sairia com seus discípulos pelas avenidas, palácios, para ser adorado em meio á espetacularizacão e instrumentalização da FÉ?

Na Galileia dos pagãos, depois de ter ensinado e alimentado mais de 5 mil pessoas com cinco pães e dois peixes, Jesus compreendeu que muitos não estavam interessado em sua mensagem, que culmina na boa notícia do reino de Deus e sim em milagres, que caíssem do céu e alimentasse suas necessidades pessoais.   

Diante ao contexto o salvador afirma, segundo nossa reflexão: Vossos pais caminharam pelo deserto, comeram o maná e morreram. Eu sou o pão da vida, o pão vivo que desceu do céu, se alguém alimentar desse pão, terá a vida do eterno e viverá, e o pão da vida que eu dou é minha carne, para a vida de todos no mundo.

Parece que em Cafarnaum a mensagem do semeador se perdeu, pois se questionavam entre si, como pode Ele, nos dizer: que vai nos alimentar através de sua carne e mesmo Jesus aprofundando a reflexão e explicando que assim como o Pai, enviou o filho, que vive pelo Pai, assim também, aquele que se alimenta de Jesus, viverá.   

Muitos daqueles que ouviram a mensagem de Jesus, disseram é duro demais a palavra, quem pode escutar e foram embora. 

Em síntese quero te contar que o ressuscitado continua comunicando através do Espirito Santo e presente está nas comunidades de Fé, sacrário vivo, com todo aquele que se alimenta do pão vivo que desceu do céu á Eucaristia.


Nossa Reflexão e imagem 1° Parte: Cirino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário